Notícias

Peste Suína Africana – Agravamento da situação epidemiológica na Europa

 

A situação epidemiológica da Peste Suína Africana (PSA) na Europa e no mundo tem sido agravada devido ao elevado número de focos de PSA em javalis, em especial na Itália, Polónia e Grécia. Acresce que, fora da UE mas ainda na Europa, verificou-se que a PSA foi introduzida na Albânia e no Montenegro.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA) desde 2005, 80 países e territórios notificaram a presença ou suspeita de PSA à OMSA, 32 em África, 2 nas Américas, 22 na Ásia, 23 na Europa e 1 na Oceânia.

Atendendo ao agravamento da situação, a Direção Geral de Alimentação e Veterinária emitiu a nota informativa n.º 1/2024/PSA que tem como objetivo sensibilizar todos os intervenientes para que reforcem as medidas preventivas de forma a evitar a introdução do vírus da PSA em território nacional, bem como de relembrar que é obrigatória a notificação de qualquer suspeita ou ocorrência de PSA em suínos e javalis.

No mapa de focos pode conhecer a distribuição espacial dos focos de PSA na Europa, desde o início de 2024 e acompanhar a sua evolução AQUI.

A DGAV apela ainda para o uso da aplicação de Notificação Imediata de Mortalidade de Animais Selvagens (ANIMAS) para a notificação de javalis encontrados mortos em espaços naturais, que se encontra acessível em https://animas.icnf.pt.

A informação sobre o ANIMAS está disponível no portal da DGAV  e no vídeo sobre a ANIMAS – Plataforma – YouTube

Encontra-se disponível no Portal da DGAV informação adicional sobre a Peste Suína Africana.


Fonte: DGAV Consultar fonte
Data de publicação: 03/06/2024 16:42