Notícias

Peste Suína Africana: redução de 80% em 2022 em porcos domésticos na UE

 

Após um forte aumento, em 2018, nos casos de PSA registados em porcos domésticos, registou-se houve uma diminuição dos casos em 2020 relativamente a 2019 (-35%) para aumentar de novo em 2021 (+52%) e diminuir em quase 80% em 2022, passando de 1826 casos para 379.

Desde o aparecimento do primeiro foco de Peste Suína Africana (PSA) na União Europeia em 2014, o ano passado foi o primeiro em que diminuíram os casos da doença em javalis, passando dos 12076 casos em 2021 para apenas 7282 em 2022, o que representa uma redução de 40,00%.

No que diz respeito a casos em porcos domésticos, a Roménia continuou a ser, de longe, o país, com mais casos confirmados, 329, se bem que estes tenham diminuído 80% em relação ao ano anterior. A Polónia, que em 2021 contabilizou 124,  apenas confirmou 14 em 2022, o que significa uma redução de quase 90%. Nos demais países com confirmação de PSA em porcos domésticos os números variam entre 2 a 6 casos confirmados por país.

Em relação aos casos em javalis, a Polónia continuou a ser o país em que se notificaram mais casos, com 2152, se bem que tenha havido uma redução de 33%. A Alemanha ocupou o segundo lugar com 1628 casos, mas com uma diminuição de 36% em relação ao ano anterior.

Pode consultar aqui o mapa interativo de focos de PSA a nível mundial.


Fonte: 3tres3.com.pt Comunidade Prrfisional Suinícola Consultar fonte
Data de publicação: 20/01/2023 14:28

Pub.