FERA divulga esclarecimento do Ministério da Agricultura relativo à abertura de Medidas Agroambientais para 2021



Fonte da imagem: FERA

A Federação Nacional das Associações de Raças Autóctones divulga esclarecimento do Ministério da Agricultura relativo à abertura de Medidas Agroambientais para 2021.
No âmbito da transição entre períodos de programação, a candidatura aos apoios às medidas agroambientais irá ser aberta, em 2021, a novos compromissos, a assumir nos anos de 2021 e 2022, para as ações:

• 7.1 Agricultura Biológica,
• 7.3 Pagamentos Rede Natura,
• 7.4 Conservação do Solo,
• 7.6 Culturas Permanentes,
• 7.7 Pastoreio Extensivo,
• 7.8. Recursos Genéticos,
• 7.9 Mosaico Agroflorestal,
• 7.10. Silvoambientais e
• 7.12 Apoio Agroambientais à Apicultura.

Esta candidatura em 2021 possibilitará, pela primeira vez desde 2015, a entrada de novas superfícies, e respetivos beneficiários, nestas ações.

No caso das ações 7.2 «Produção integrada» e 7.5 «Uso eficiente da água» haverá lugar ao prolongamento dos compromissos atuais para o ano de 2021. Neste período será permitida a transmissão da totalidade ou parte das superfícies sob compromisso, desde que se encontrem reunidos os critérios de elegibilidade aplicáveis.

As medidas agroambientais desempenham um papel fundamental para o desenvolvimento sustentável das zonais rurais, incentivando os agricultores e outros gestores de terras a servir a sociedade através da introdução ou manutenção de práticas agrícolas que contribuam para a atenuação e adaptação às alterações climáticas, compatíveis com a proteção e melhoria do ambiente, da paisagem, dos recursos naturais, dos solos e da biodiversidade.

Este apoio visa compensar os agricultores pelos custos adicionais e a perda de rendimentos resultantes dos compromissos assumidos, abrangendo apenas os compromissos que ultrapassem os requisitos e as normas obrigatórios aplicáveis.


Fonte: Federação Nacional das Associações de Raças Autóctones
Data de publicação: 2020-11-16 09:08:35

291 visualizações