O projeto Rebanhos Mais utiliza o pastoreio para gerir espaços naturais e prevenir incêndios



fonte da imagem: diário sul

Esta iniciativa transfronteiriça é coordenada pela Associação Florestal e Ambiental de Vila Pouca de Aguiar e financiada pela La Caixa.

O projeto Português procura trabalhar além da prevenção de riscos naturais, está coordenada pela Associação Florestal e Ambiental de Vila Pouca de Aguiar, em conjunto com outras associações lusas tais como a dos Criadores de Maronês, Criadores de cabra brava, a nacional de Caprinicultores de Raça Serrana e está financiada pelo programa Promove Regiões transfronteiriças da Fundação La Caixa.

Rebanhos Mais pretende utilizar o pastoreio orientado como uma ferramenta para gerir espaços naturais, prevenir incêndios de maneira coordenada entre diferentes territórios fronteiriços e recuperar áreas degradadas. Para este fim, trabalhar-se-á para criar modelos de sistemas de informação georeferenciados (SIG) que, através de uma plataforma virtual, permitam a prevenção de riscos e a adaptação às alterações climáticas do território.

Segundo explica a entidade coordenadora, também procuram colaboração dos diversos atores para a adaptação do modelo e da sua réplica em outros territórios. Neste sentido, a plataforma também incluirá ferramentas de capacitação e suporte técnico para que possam ser utilizados por empresários do setor que queiram adaptar-se às inovações propostas pelo Rebanhos Mais.

Para a realização destes objetivos, a iniciativa promove a participação de administradores, agricultores, e consumidores, baseada na experiência positiva colhida em outras experiências em territórios como a Andaluzia, Catalunha e várias zonas dos Pirinéus, onde se comprovou uma redução significativa do incêndios florestais graças à aplicação da metodologia e recursos derivados do projeto.

As possibilidades de implantar a iniciativa em outros territórios apoia-se na criação da plataforma digital que o projeto inclui, já que este suporte técnico supôe uma ferramenta de aplicação direta  para todos aqueles que desejam implantá-lo.

Junto com a plataforma digital, também está prevista a celebração de seminários, o próximo irá decorrer dia 9 de Julho. Saiba mais aqui.


Fonte: Diário Sul ->  https://diariodosul.pt/2020/07/04/o-projeto-rebanhos-mais-utiliza-o-pastoreio-para-gerir-espacos-naturais-e-prevenir-incendios/
Data de publicação: 2020-07-08 11:36:01

323 visualizações