Comissão Europeia aprova 32 M€ em apoios para produtores afectados pela gripe aviária



Fonte da imagem: The Economist

A Comissão Europeia aprovou um pacote de 32,1 milhões de euros para mitigar os efeitos negativos da gripe aviária no setor avícola europeu. Itália será o país mais beneficiado com este apoio, uma vez que foram reportados, entre 2017 e 2018, 45 surtos da doença.

De acordo com a publicação espanhola Animal’s Health, o valor do apoio concedido aos produtores avícolas italianos terá de ser igualado pelo governo do país, prevendo-se assim a distribuição de apoios num valor total de 64,2 milhões de euros. A Comissão Europeia explica que o objetivo é reverter as perdas causadas pela implementação de medidas de combate à doença.

Apesar da notificação de 45 surtos de gripe aviária em Itália entre 2017 e 2018, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças indica, no seu relatório de doenças zoonóticas, de 2018, que tanto a União Europeia como o Espaço Económico Europeu estão livres de gripe aviária em humanos, mantendo-se, no entanto, as medidas de prevenção contra a doença em aves silvestres.
Ainda assim, a Organização Mundial de Saúde já assegurou que não existe “risco real” que de um novo vírus de gripe aviária possa surgir e ser transmitido de animais para humanos, provocando uma pandemia.

Já este ano, um grupo de investigadores britânico revelou que a utilização de técnicas de edição genética pode ajudar a criar aves resistentes à gripe aviária. Os cientistas do Imperial College London em parceria com o Roslin Institute, da Universidade de Edimburgo, conseguiram travar a disseminação do vírus da gripe aviária em células de galinhas desenvolvidas em laboratório com a utilização de técnicas de edição genética.



Fonte: Vida Rural ->  https://www.vidarural.pt/producao/comissao-europeia-aprova-32-me-em-apoios-para-produtores-afetados-pela-gripe-aviaria/
Data de publicação: 2019-07-25 08:30:44

1434 visualizações