Balanço do II Congresso Internacional de Avicultura – AVIS19



 Nos passados dias 9 e 10 de Maio de 2019 realizou-se, no centro de Congressos da Alfândega do Porto, o II Congresso Internacional de Avicultura (AVIS’19). Esta foi mais uma iniciativa promovida pela Associação Portuguesa de Engenharia Zootécnica (APEZ), que contou com cerca de 296 participantes inscritos, entre estudantes e profissionais da área.

Com um programa ambicioso, abordaram-se os mais recentes desenvolvimentos técnicos e científicos no sector avícola, tendo presentes palestrantes de renome internacional e participantes de diversas nacionalidades.
Foram dois dias focados na avicultura, cerca de 13 horas de trabalho onde foram discutidos temas inovadores, actuais e importantes. O Congresso contou, na sua sessão de abertura com a presidente da APEZ, Ana Sofia Santos, e com o Presidente da Comissão Científica, Manuel Chaveiro Soares. Seguiram-se 8 sessões de trabalho que abordaram os principais temas em destaque no sector avícola.

Falou-se de avicultura de precisão, tecnologias in ovo, e metodologias inovadoras de acompanhamento dos pintos. Concluiu-se que trabalhar a tecnologia em benefício do animal, da produção é uma necessidade e já começa a ser uma realidade. A Zootecnia de precisão permite-nos uma monitorização dos animais contínua e completamente automatizada. Não deixando, no entanto, de ser apenas uma ferramenta que não substitui o técnico.
Foi evidenciada a necessidade de renovação dos sistemas e equipamentos dos pavilhões no sentido de optimizar a eficiência produtiva, e foi ainda debatida a importância da ventilação em aves, dadas as suas implicações no bem-estar, eficiência e sanidade.

A importância e vantagens da utilização de minerais quelatados em reprodutoras, uso de farinha de larvas de insectos na alimentação de aves, e micoplasma em frangos e poedeiras, foram algumas das temáticas abordadas na sessão de nutrição.
O primeiro dia de trabalho terminou com uma sessão onde ouvimos um conjunto de jovens técnicos e investigadores que abordaram temáticas relacionadas com o aumento demográfico do mundo e a necessidades de aumentar a produção de produtos de origem animal. Esta evolução do sector terá de ser feita mitigando os efeitos ambientais, o que foi também referido, fazendo uma nutrição de precisão, sistemas de alojamento e equipamentos de precisão, em suma, Zootecnia de precisão!

O segundo dia iniciou-se com algumas questões relacionadas com a fisiologia e sanidade, nomeadamente como a anatomofisiologia das aves privilegia alguns aspetos produtivos das aves, e como poderemos, ou deveremos, ou não, diminuir a utilização de antibióticos na avicultura.

Temáticas como o maneio de reprodutoras e a sua selecção genética, problemas decorrentes da patologia de fígado gordo e os desafios que a extensificação da produção coloca no maneio de poedeiras foram discutidas ao início da tarde.

O II AVIS terminou com um painel de discussão que contou com a presença do Professor Carlos Fiolhais, Professor Chaveiro Soares, Dr. António Isidoro, Professora Carla Gonçalves, Eng. Jaime Piçarra e Eng.ª Maria do Rosário, moderados pela jornalista Teresa Silveira, que debateu o tema” avicultura e sociedade”, fechando com chave de ouro dois dias de trabalho intenso e profícuo. A pseudo-ciência é uma ameaça, o sector da Produção animal é “presa fácil”, e os mitos em redor desta área florescem nas redes sociais e na Internet. Informar a sociedade é uma urgência!

A Sessão de encerramento contou com a presença do Ex.mo. Sr. Director Geral de Veterinária, Professor Fernando Bernardo, e a Ex.ma. Sr.ª Directora Regional de Agricultura, Eng.ª Carla Alves.

Foi nosso objectivo reafirmar o Congresso de Avicultura da APEZ como o fórum de discussão do sector avícola, permitindo a todos os agentes da fileira a oportunidade de interacção, promovendo o sector avícola português.

O AVIS’19 contou com o inestimável apoio de grandes empresas, de enorme relevância para o sector avícola português, como o Grupo Soja de Portugal (Avicasal e Savinor), o Grupo Valouro (Pinto Valouro), H&N Peninsular, Inoxnorma, ALS-Controlvet, Novus (Wisium), DeHeus, Cobb, MSD Animal Health, Hipra, Exafan, Ross (Aviagen), Zinpro, Lonza, Cargill, Zoetis, Nutrinova, DIN, CEVA, Farmcontrol, Huvepharma, Dinazoo, Boehringer Ingelheim, Inogenvet, TLH, Celjade e Grupo CAC.

Tivemos, também, o apoio da UTAD, IACA, APCA, FEPASA, Ordem dos Engenheiros, Pecuária.pt, Agroportal, NEEZ-UTAD, IAAS-UTAD, ZootecnIsa, ABZ, Veterinária Actual, NEZCTA-UE, AgroNegócios, Agrotec e RuralBit.
A organização congratula-se pelo sucesso do II Congresso de Avicultura e conta com a sua presença no 71º Congresso da Federação Europeia de Ciência Animal (EAAP) em 2020, e, no III Congresso Inetrnacional. De Avicultura (AVIS’21)


Fonte: APEZ
Data de publicação: 2019-05-22 09:53:46

1181 visualizações