Peste suína africana leva a União Europeia a proibir o comercio de javalis vivos



Desde o mês de Abril que a situação epidemiológica da Peste Suína Africana (PSA) na União Europeia tem vindo a agravar.
O risco da disseminação da PSA na UE está relacionado com vários factores, como a natural e lenta dispersão da doença entre a população de javalis, a movimentação de javalis infectados, a ingestão de carne suíno e seus produtos contaminados com o vírus da PSA, bem como falhas na bio-segurança, tanto nas explorações suinícolas, como durante a actividade da caça.

A UE entendeu que a circulação de suínos selvagens infectados, juntamente com o possível atraso na detecção da ocorrência de PSA em Estados-Membros recentemente infectados, representam um elevado risco de propagação da peste suína africana, podendo ter um impacto negativo sobre a suinicultura em toda a UE.

De forma a mitigar este risco a Comissão Europeia fez publicar esta Decisão que institui a proibição na UE da expedição de suínos selvagens para outros Estados-Membros e para Países Terceiros e que é aplicável em todos os Estados-Membros consulte-a aqui.


Fonte: DGAV ->  http://www.dgv.min-agricultura.pt/portal/page/portal/DGV/noticia/?detalhe_noticia=28097845
Data de publicação: 2018-06-13 08:28:42

742 visualizações