O uso de biotecnologias reprodutivas em populações ameaçadas: a transferência embrionária e a raça Sorraia



O uso de biotecnologias reprodutivas em populações ameaçadas: a transferência embrionária e a raça Sorraia

 

A transferência embrionária envolve a recolha de um embrião de uma égua dadora e transferência para uma égua recetora, com ovulação sincronizada e de preferência com uma boa aptidão materna, que levará a gestação a termo (Allen, 2005). A TE tem sido utilizada para a produção de múltiplos poldros por ano, de éguas reprodutivamente saudáveis, de éguas que sejam idosas e não consigam levar uma gestação a termo e de éguas em competição sem que necessitem interromper, por longos períodos de tempo, a sua atividade desportiva (Carvalho, 2012). Pode ainda ser utilizada para aumentar a descendência de éguas que possuam alto valor genético e para obter poldros de reprodutoras subférteis. Em algumas raças/espécies equídeas em vias de extinção, como é o caso da raça Sorraia ou do burro de Miranda, esta técnica poderia ser bastante vantajosa, conseguindo evitar a sua extinção, potenciando a sua conservação. Por último, esta técnica é ainda útil na avaliação da fertilidade de garanhões e de vários procedimentos seminais, tais como refrigeração e congelação, dando resultados ao fim de 7 dias pós- ovulação, dia da recolha do embrião na fêmea dadora (McKinnon & Squires, 2007)
A dificuldade de um programa de TE está na organização e coordenação dos vários componentes que afetam o sucesso da taxa de gestação, como o maneio da égua dadora, a qualidade da égua recetora e sua sincronização e ainda a equipa técnica responsável pela transferência (Panzani, et al., 2017).

 

Conheça o artigo completo aqui

 

Autores

Paula Azevedo1, António Vicente1,3, Nuno Marques1, Filipe Ribeiro2, Miguel Bliebernicht2

1Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais, Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém (paula.azevedo@esa.ipsantarem.pt)

2 Embriovet, Prestação de Serviços Veterinários Lda

3 Sociedade Portuguesa de Recursos Genéticos Animais (SPREGA)

 


Fonte: António Vicente - ESA
Data de publicação: 2017-07-18 08:11:26

1577 visualizações